domingo, 26 de novembro de 2006

Recortar, Colar, Selecionar Tudo, Excluir, Visualizar...


Como fica o seu coração ao término de de cada ano?
Em quem ou o quê você pensa em dedicar-se, qual o foco de seus planos, quais os seus sonhos a médio prazo?
Meu comportamento muda no mês de dezembro. Inicio o planejamento do próximo ano. Defino o foco, estabeleço metas pessoais. Por vezes resolvo dedicar-me à família, a alguns amigos, à equipe com a qual trabalho. Assim melhoraram minhas relações com os dois primeiros grupos e conquistei um salário melhor e novas atividades no terceiro.
Novembro/Dezembro. É a fase em que seleciono as pessoas que deixarão de fazer parte de minha vida, de meu cotidiano. É como arrumar as gavetas numa tarde chuvosa do fim de semana. Porque apesar de cada companhia acrescentar algo essencial em nossas vidas, com o passar do tempo, sua presença torna-se desnecessária, até desagradável. Posso parecer fria ao assumir tal prática, mas sou franca quando digo que quero longe qualquer pessoa que não torça pela minha felicidade, figuras que concorrem por esporte, amigos falsos, colegas traiçoeiros, alguém que possa machucar-me.

E este momento chegou. Quero estar cercada de pessoas íntegras, maduras e bem resolvidas em 2007.


Um beijo

Um comentário:

Vitoria Lobato disse...

Mudamos a cada dia...imagine em um ano.
Do inicio do ano até a data de hoje só vi mundaças boas em vc Érica.
Continue assim...Adoro vc.
Beijos